Tá tranquilo, tá favorável

Noite estrelada, estendi o lençol no fio de aço no jardim, as cadeiras foram distribuídas formando a plateia, fixei o projetor em uma escada, o notebook no banquinho mais alto, o som no mais baixo, tudo pronto para receber os amigos iniciando uma nova temporada do Cine Clip com filmes fresquinhos… Do Oscar para as telas de Santo André… Luzes apagadas, pipocas nos potes, começa a sessão com a exibição de “Spotlight”, segundo a academia americana o melhor filme de 2015, quando o telefone toca na sala. Poucos chamam este número, geralmente amigos muito próximos, a família. Corri para atender e em clima do filme no primeiro momento não reconheci a voz. Mas a notícia era contundente. Uma pessoa muito querida acabara de ser diagnosticada com Parkinson. Ouvi sobre a dificuldade na locomoção, as quedas e o estado depressivo com o resultado dos exames. Desliguei o telefone com o coração partido e voltei à plateia como se estivesse tudo ok. Este processo louco é muito meu frente às notícias ruins. Continuo firme no que está rolando em volta e preciso de um tempo para a ficha cair literalmente. E a ficha caiu no dia seguinte. Amanheci lendo tudo que encontrava na internet sobre o assunto, procurei uma amiga médica que em meio a um longo papo saiu com uma frase simples que mudou minha forma de encarar tudo isso.

“Só quem vive mais tem estas doenças”.

A mais pura verdade. Se eu só tivesse passado dos 15 anos teria apenas conhecido sarampo, catapora, caxumba, coqueluche e talvez hoje nem ouvisse falar sobre isso com tantas vacinas no mercado. Mas passar dos 70 se enquadra bem naquele trecho da música Esotérico do Gil :  “mistério sempre há de pintar por aí”… Vida e morte estão no percurso… Com isso lembrei de um fato interessante que aconteceu há alguns anos na minha vila.  Quando cheguei há quase 12 anos ouvi que era difícil alguém morrer, nascer era mais fácil. Contava-se nos dedos os velórios até que em um ano foram vários. E foi em um destes que ouvi do Vitório uma declaração surpreendente:

“Vou mudar daqui pois não quero que a morte me pegue”.

Vitório tinha idade indefinida. Provavelmente muito mais que 60. Negro e forte, rosto expressivo e vincado, cortava madeira na roça e vendia para fazer cercas. Mas o Ibama proibiu a poda que ingenuamente ele acreditava ser “árvores de mato”, mas eram da preservada Mata Atlântica. Com isso ele começou a vender vassouras de piaçava que fazia retirando o produto também da roça. Fazia uma porção de bicos, tomava uns tragos e saía tagarelando pelas ruas e vielas sobre a mudança que deveria fazer. Não conseguiu mudar de vila nem de vida, e não faz muito tempo partiu.

Foto : Cláudia Schembri

Então, quando reflito sobre o tempo, lembro que a morte não se escolhe, não se foge nem se espera. Ela chega na hora certa. Até lá o melhor é pensar que somos imortais. Acredito na qualidade dos meus pensamentos e dos meus desejos, o que jogo ao mundo volta para mim na mesma proporção e sempre há alguma coisa legal que se pode fazer…Por enquanto, tá tranquilo, tá favorável !!

Anúncios

3 Respostas para “Tá tranquilo, tá favorável

  1. veralinhares@globo.com

    É Leleca, a vida é um bumerangue. Um bumerangue MESMO porque Deus não tem tempo para essa coisa de julgamento. Se a causa foi fraca, vai pro céu. Se for ruim vai por inferno. Quiéquié isso?

    O meu Deus é bom e justo. Já nos criou simples e ignorante para podermos
    exercer nosso livre-arbítrio e ir modelando o nosso caminho na estrada do bem, na estrada do outro e na nossa também. Porque a causa e efeito nos mostra que a natureza das coisas que enviamos retornará como consequência para nós, na mesma natureza.

    Eu estou numa fase de derrubar paradigmas. Se você entrar na minha casa vai morrer de rir porque é tudo fora do lugar para eu aprender a lidar com outros lugares, já que não saio quase de casa.

    O meu prédio tem uns 60 anos e nunca ninguém fez nada além de uma simples revisão. Quando foram ver , o bicho estava prestes a cair. Resultado: 40 dias sem elevador. Antes de começar a xingar todo mundo, descobri que poderia fazer com isso uma ótima limonada. E estou subindo e descendo 64 degraus com o maior prazer. Nem quando o elevador voltar eu vou abandonar o meu econômico personnal trainer. Resultado:
    Produção das boas serotoninas que o meu cérebro tanto precisa. Domingo, quando não vou sair desço as escadas só para subir de novo.

    Essa minha intenção de derrubar paradigmas vai trazer à tona um espírito mais leve e mais feliz. Cansei de ser dramática, amarga , achando que tudo é difícil. Se subir 64 graus de escada é molinho , qualquer outra coisa também vai ser. É impressionante como já noto essa mudança dentro de mim.

    E como já estava fazendo o meu antigo ” Vigilantes do Peso ” , com calma
    desde o princípio do mês já perdi 6 quilos. Porque o vigilante não deixa você passar fome e pode usar geleia diet o que resolve a minha tara por
    doces.

    Tenho pensado muito nas infinitas fases da minha vida e confesso que gosto delas. Até o polvo veio me ensinar que se caiu no teu quintal é seu.
    Com o polvo tive desespero de dor moral, ele queria me matar, tinha uma dor que prendia meu peito no centro da terra.

    Tinha melhorado um pouco mais o bandido sempre deixava úm tentáculo
    tomando conta. Agora não tem bandido nenhum , agora não tem tentáculo nenhum. A única coisa que tenho é JESUS.

    Um abraço de 20 segundos ( normalmente um abraço dura 3 segundos mas se o martivermos por 20 segundos desperta em nós uma energia
    curativa , de troca de boas energia e do fluido universal.
    Um abraço de 20 segundos para você, com muito amor.
    Nenô

  2. Eu respondi com um mail enorme que sumiu……..

  3. O que eu mais gosto no seu blog são as lições de vida que eu aprendo com vcs.
    Escreva mais Léa, escreva sempre.
    Vc e seus amigos tem muita história pra contar.
    Escrever, descrever é relembrar.
    E relembrar é viver uma vez mais.
    E quando nós lemos suas lembranças temos o privilégio de viver com vc essas histórias maravilhosas que nos ensinam a viver melhor.
    Bjos de luz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s