Fé no homem…

claudia_schembri (18)Foto: Cláudia Schembri

Acredito em milagres. Acredito na bondade do ser humano e, acredito que recebemos o que doamos…. Escolhi viver em um pequeno vilarejo no sul da Bahia onde todos se cumprimentam nas ruas, onde tudo se sabe e onde a solidariedade existe. Nem tudo são flores, mas são muito mais do que espinhos…. As vezes as pessoas se estranham, mas conviver é assim. Na madrugada da última sexta-feira entraram na casa da Cláudia Schembri. Sabiam que ela estava viajando, arrombaram uma porta e levaram equipamentos essenciais para seu trabalho como fotógrafa. Foi uma tristeza para ela, uma comoção na vila. O comentário geral era “como fizeram isso com a Cláudia que dá aula para as crianças, fotografa as festas na escolinha e os eventos da comunidade, ajudou a conseguir a doação dos móveis da escola municipal via Andréa Pitta, sempre disponível com receitinhas homeopáticas, escreve projetos que trazem recursos para ONGs…”, enfim, uma moradora muito querida.  Coloquei a boca no trombone, de forma delicada…. Fiz os procedimentos normais como BO na delegacia, avisei a Policia Militar caso fosse encontrado algum equipamento e em todos os grupos locais de WhatsApp… O que mais doía era a perda dos HDs externos, pois quem é profissional da área sabe o que eles representam…

Mas milagres existem, o mundo ainda tem jeito e continuo acreditando que se pode tocar no coração do homem… Na madrugada de ontem os equipamentos foram devolvidos. Soube através da Adriana que foi arrumar a casa e percebeu pacotes estranhos na cerca dos fundos da casa…. Deu o aviso e fui encontrar tudo muito bem embalado para proteger da chuva e acompanhado de uma carta com letrinha bem desenhada, carinho e capricho: “Sra Léa Penteado desculpe por este desentendimento. Perdão, o ocorrido está sendo resolvido por pessoas que estão por dentro de tais problemas que sempre que estiver em nosso alcance vamos fazer justiça contra esses elementos que de tal ocorrimento não haverá outros tipos de desentendimento como este. Queremos a paz para o nosso vilarejo. Desculpe. Não somos ladrão.”  Comovente. Chorei. Com Adriana fui abrindo os pacotes e surgindo a TV, o monitor, a mesa de edição de fotos, os 5 HDs externos, a caixa de som… tudo intacto…. Em tempos de tanta violência no país invadindo o noticiário na TV, vivenciar um fato como este é um privilégio. Posso dizer até que é uma bênção. É a certeza de que escolhi o lugar certo para viver, que somos um recorte de uma sociedade com seus códigos de ética e moral fortes, e todo o esforço que fizer para ajudar este povoado é ainda muito pouco.  Amo Vila de Santo André, aqui ainda posso acreditar que há um belo mundo pela frente…

Anúncios

Uma resposta para “Fé no homem…

  1. Raimundo Nonato dos Santos

    Que inspirador e tocante seu texto. Imagino como.osua amiga deve ter ficado devastada. Também já foi vítima de arrombamento do meu salão de beleza. É uma sensação de derrota. Sei muito bem do que você está falando.
    Que bom que todos se uniram e formaram uma corrente de solidariedade e o resultado foi a devolução dos equipamentos pelos arrombadores.
    Não devemos desistir de acreditar no ser humano e procurarmos mais e mais ajudar uns aos outros, seja numa cidade pequena como a sua seja numa metrópole como a minha, Fortaleza.
    Um grande abraço! Nonato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s