Arquivo da tag: #colchaderetalhos

Pelas ruas

Quando fiz 18 anos tirei carteira de motorista. Era um documento necessário assim como o RG e o CPF. Mas só fui dirigir quase aos 30 anos, quando comprei o primeiro carro. Dirigir, mais do que um meio de transporte, passou a ser uma boa companhia para pensar na vida. Saía à noite dando voltas pela Lagoa Rodrigo de Freitas, conversando comigo mesmo sobre os caminhos que deveria tomar. Era um tempo de pouca violência urbana, sendo ainda possível fazer essa loucura com segurança. Sem ar condicionado, eu dirigia de janelas abertas fumando e foi num desses noturnos passeios, ouvindo Milton Nascimento no toca fitas, que decidi passar um tempo nos Estados Unidos: “vou me encontrar/ longe do meu lugar/ eu, caçador de mim”.

Em Portugal saía dirigindo o Toyota Yaris adesivado de Rock in Rio-Lisboa rumo à Setubal. Depois de 40 km, tomava a direção da Serra da Arrabida para me deliciar com a paisagem mágica do Parque Natural da Arrabida. Formado por terrenos acidentados na margem norte do estuário do Rio Sardo, o parque tem características incríveis em uma área de preservação de fauna e flora. Eu estacionava o carro, sentava numa murada e ficava olhando aquele cenário incrível que escolhi como meu lugar favorito em Portugal…

Estes e outros pensamentos me vieram à lembrança no fim de semana que andei de carro por São Paulo. Durante o dia, a paisagem urbana que não via há quase 2 anos, me revelou as empenas pintadas dos prédios como museus a céu aberto, a miséria sob os viadutos, os pedintes nos semáforos…. Um mundo feio e triste que a pandemia e a política criaram nestes tempos sombrios. À noite, com um amigo à caminho de um restaurante, circulando pelas ruas de casas e prédios elegantes, as mazelas da cidade foram encobertas pela trilha sonora do spotify. Que prazer ver a noite na grande cidade, o carro rodando alheio a garoa e nada me traz mais lembranças do que canções. Sou eclética. De Inezita Barroso a Glenn Miller, tudo me toca… De todas as décadas que vivi, tenho registros de emoções pontuados por músicas. E isto é tão forte que estou bordando frases musicais em tecidos que irão compor uma segunda colcha de retalhos… Pois a primeira já está pronta e se quiser ouvir, segue o link

  https://open.spotify.com/playlist/7FTPgzLGDzcWjlWxVgwLiP?si=6a7050b10d7a4f14