Longa noite

Nos últimos anos o dia 21 ganhou um destaque no meu calendário. Na data  que papai e Victor partiram bate sempre um momento lembrança. Hoje foi diferente. Lembrei com gosto de comemoração: 2 anos da Pizzaria Varanda, da Joyce Hermeto, a melhor pizza do espaço sideral  como consta no seu cartão…

Relembrando: eu vivo numa vila com menos de 350 moradores. Isto é real. Sempre falei que éramos perto de 800, mas o censo passou por aqui e na entrevista na casa da Olímpia e do Claudio os pesquisadores foram bombardeados por perguntas e com isso a revelação. E se somos tão poucos, uma festa é a oportunidade de encontrar uma dúzia de amigos. Mas no final do dia com o telefonema avisando da morte do Sr. João Capador fiquei pensando na ironia de um lugarejo que tem tão pouco movimento e bem nesta noite uma festa e um velório na mesma rua !

Sr. Capador é referencia para os que moram ou veraneiam aqui.  Aos 88 anos foi um dos primeiros moradores, receitava chás de ervas que buscava na roça, usando um chapéu de couro rezava quem o procurasse, tinha um pequeno bar/mercadinho onde ficava a maior parte do tempo sentado em um banquinho jogando dominó. Tinha sempre parceiros para jogo e historias… Por isto a noite em Santo André vai ser longa. Fiquei na porta do velório, ao lado do seu mercadinho, acompanhando a chegada dos moradores. É uma incrível cerimônia de despedida. As cadeiras de plástico foram colocadas na rua. Uma romaria de adultos, jovens, crianças vai saindo das ruelas e becos, se aproximando, todos com roupa de festa. Muitos trazem garrafa térmica, cobertores e até um colchonete !

Passei uma noite assim, é para nunca esquecer. Fiquei sentada à beira do rio recebendo cumprimentos de mãos calejadas, morenas, desconhecidas e já se passaram quase 9 anos …. Aprendi muito com a simplicidade dessas pessoas que entendem que chegar e partir é momento de celebração.   21/10/2010

Anúncios

4 Respostas para “Longa noite

  1. Nasci num dia 21 também.
    À propósito, acabei de enviar um email pra você.
    Essas histórias,… parecem filmes,… ou eram no passado, mas precisávamos vivê-las, pois vida real é fundamental para quem sempre viveu dos sonhos…

  2. Léa… que notícia triste!
    Não acredito que não vou mais vê-lo… meu vizinho…
    Sempre me “cobrava pedágio” quando passava em frente ao boteco dele…
    Assim, de repente…

  3. Lea,que tristeza…..Capador sempre foi 1 referência,acho que pra mim era a pessoa que mais caracterizava nossa vila,sempre na sua vendinha,dando aquele abraço que quase nos matava de tão forte,sempre sorrindo,vigoroso….Que perda!

  4. Olá,
    acabei de publicar no meu site, comentário sobre Sr. Capador
    confirá: http://www.cabralianoticia.com
    Nosso site esta aberto para suas publicações, ou fazer parte do nossos colunistas.
    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s