Um encontro no sábado de Aleluia

Apesar de nos conhecermos há muitos anos, nunca conversamos. Ela era pra mim a juíza com cara de garota que tem uma casa na vila onde passa as férias e os feriados. Nos cumprimentavamos a distancia, temos muitos amigos em comum, mas ontem a noite acabamos na mesma mesa em torno de uma pizza comentando sobre a vida. A passagem do tempo, as marcas e as experiências de cada um, os resultados dos aprendizados e quem chegamos a ser agora. Histórias de mesa de bar com baixo teor alcoólico, e ela contou que aos 17 anos saiu de sua casa no interior e foi morar num pensionato de freiras em Sao Paulo levando uma mala, um colchonete e a aprovação para a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco. Morou 7 anos no pensionato e como a sua família estava distante muitos kms, ali ficava mesmo nos fins de semana. Com isso , conhecia todas as moradoras, entre elas uma senhora pobre que por caridade das freiras ocupava um quarto no subsolo. Como não tinha família por perto, a futura advogada interiorana e a velhinha abandonada ficaram amigas. Um dia a velhinha morreu. Sabendo da amizade com a estudante a freira pede para que ela ajude abrir o quartinho. A surpresa foi descobrir que moravam com a velhinha mais de 200 passarinhos que saíram em revoada com a porta aberta. Reclusa e solitária a velhinha tinha amigos livres. Entravam e saiam do seu quarto por pequenas frestas. Sabe la quais fantasias criava com as noticias que os pequenos traziam todos os dias. A estudante e a freira sentaram no chão e choraram. Pela vida da velha, por suas próprias vidas também sem poder voar. Acho que foi ai que a jovem decidiu que voaria mais alto e aos 25 anos ja era juíza federal.
PS: Esta foto fiz sobrevoando de helicóptero Vila de Santo Andre. É um pedaço do rio Joao de Tiba e eu me senti passarinho voando.
Enviado do meu BlackBerry® da TIM

Anúncios

5 Respostas para “Um encontro no sábado de Aleluia

  1. Belo texto, uma viagem, um filme. A cada dia mais madura como narradora dos momentos tocantes da vida. Um prazer ler suas linhas. Beijo, feliz Pascoa.

  2. Que a Pascoa, seja constante em sua vida!
    Todo dia corro p/ ler seus ” escritos”, belos, infinitamente belos.
    Com o carinho maior da
    Wilma

  3. Nossa Lea… emocionante!
    deve ter sido incrivel o momento que elas abriram a porta!
    fico tentando imaginar….
    um beijo enorme!
    quel

  4. textro, foto, história…que história real.
    beijos.

  5. Pingback: Corrente de blogueiros… | Léa Penteado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s