Salute!

trip217-especial-praia-095Quase toda semana leio a notícia da morte de alguém que conheço… Posso até não ter muita intimidade, mas vou perdendo pessoas que foram referência na minha vida… Alguns mais próximos, outros mais distantes, mas é como se eu fosse carimbando um álbum de figurinhas… Hoje foi o Arduíno Colasanti, mais um mito do que um amigo… Creio ter falado com ele uma ou duas vezes, mas estivemos juntos em algumas enormes mesas em bares em  Ipanema, onde se ria, se bebia, se fumava e se fala muito de cinema novo… Lembro muito bem o que ele significou para as mulheres da minha geração… Como era gostoso o meu francês! Repetíamos com a boca cheia ao ver aquela belezura de homem que fez o primeiro nu frontal no cinema (1971) … Era um jeito meio sacana de olhar um homem objeto… Podia não ser uma Brastemp,  mas era um sucesso, desafiador, pioneiro e apaixonante como tudo que é novo…. E Arduíno ainda era mais… Tinha um jeito displicente em deixar o cabelo louro cair no rosto, uma timidez no tamanho perfeito e uma educação requintada…

Passei a tarde viajando nas lembranças destes tempos… Olhos repletos de imagens, sabores de Ipanema nos anos 70 vejo na TV o Arduíno dos últimos tempos… Algumas entrevistas falando sobre o surfe (foi o introdutor no país), outras revendo a vida e é incontestável como o tempo é cruel… Cruel para qualquer um… Não salvou nem mesmo o lindo e desejado Arduíno que manteve os serenos olhos azuis … Não sei se ele foi feliz, mas as cenas que assisti mostram o que o tempo fez com ele e faz comigo e com todos nós… Não adianta chorar pitangas, amasso bem algumas que me restam no congelador e faço uma caipirinha… Salute Arduíno !

Anúncios

3 Respostas para “Salute!

  1. Muito bem dito, Léa, muito bonitas palavras!

  2. Leleca,

    Você leu, da Simone de Beauvoir “ Todos os homens são mortais? “. É a história de um carinha que encontra o elixir da eternidade. Aí ele toma a metade e dá a outra metade para o rato.

    E os anos vão passando, e as perdas acontecendo. Enquanto isso , só ele e o rato.

    É essa a sensação que tenho todos os dias.

    PS: Você deve ter sido a última pessoa a ler o que escrevi sobre os desatinos da Denise. Tiraram do ar. Eu me arrependi porque fui no impulso da indignação. Eu não sei mais o que fazer Leleca. Ela ainda vai me aprontar alguma.

    Se ela falar mais alguma coisa, eu contrato uma empresa, pego todas as tralhas dela e mando pro Consulado. Contrato a empresa como sendo Denise Jorge, pago ( há coisas que não tem preço. Um prejuízo a mais com ela outro a menos não faz a menor diferença , já estou entrando para o serasa mesmo …)

    Ainda bem que estou na minha melhor fase espiritual. Sustentação escandalosa. Já pensou se eu entrasse numa de deprimir?

    Nada disso, Leleca, Nenô é guerreira. Ufa !

  3. O tempo, indiscutivelmente, é crudelíssimo… Mas, por outro lado, nos ensina a fazer caipirinhas nunca dantes bebidas…. Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s