Vida breve…

robertoatoba

Foram apenas alguns passos. Para ajudar um amigo ele subiu a comprida escada com pouco apoio, se desequilibrou e o tombo foi fatal.  Um edema cerebral, um coágulo e em 15 dias a vida se tornou vegetativa. Acompanho o desenrolar desta história que teve ponto final esta madrugada.  Converso com meus botões, falo ao telefone sobre como viver é rápido. Acreditamos que tudo acontece com os outros jamais conosco. Chegamos a pensar que temos todo o tempo do mundo, nos imaginamos, mesmo revoltados ao constatar a perda da juventude, que só iremos embora depois de uma vida comprida e cumprida, apenas num piscar de olhos, talvez um suspiro feliz de desenlace… Como somos tolos pequenos mortais!

O homem que percorreu trilhas e estradas em sua moto, milhares de quilômetros de norte a sul, e me levava a viajar nas paisagens de tantas fotos que registrou em seus caminhos, não se foi num acidente nas duas rodas. Foram apenas alguns degraus. Como disse a amiga Vera, alguns nem sobem míseros degraus, “caem e do chão não passam”. E me vejo em menos de uma semana refletindo sobre os dias que são curtos, os momentos contados numa calculadora a qual não temos o poder de tirar a pilha ou desligar da tomada para que o tempo pare…

Esta manhã acordei pensando nas tantas casas onde morei, percorri na memória cada uma, agradeci por terem me abrigado e sido cenário da minha história. As casas ficam, os moveis se reciclam, e nós vamos a qualquer momento… Arrumar as gavetas, manter a mente limpa, os bons sentimentos, o olhar repleto de alegria pela vida para no dia da partida ter vivido plenamente… Boa viagem Roberto Atobá !

Anúncios

4 Respostas para “Vida breve…

  1. pode crer Lea!!! é tão breve “vida loka vida, vida breve”!!!! gosto mto da forma como vc escreve!! c uma simplicidade, simples como a chuva q cai, simples como o orvalho na planta, simples como olhar o sol nascer e simples como o entardecer q neste caso foi o q aconteceu!!!! entardeceu!!!! ❤

  2. Roberto um amigo que viveu seu tempo Bocaiuvense, fez amigos, fez histórias com seu sorriso largo….um bom amigo tivemos enquanto pertenceu essa cidade……dentre eles sou uma…….tinha sede de viver….Obrigada Roberto hj Atobá, mas para nós Bocaiuvenses era “bagaceira”…..Que os anjos do Senhor te leve pelas mãos…Obrigada pelo tempo que foi nosso…..pouco mas intenso!

  3. Raquel Leite Soares Alvarenga

    Vai com Deus primo…saudades! Que os anjos te recebam de braços abertos!

  4. Elton José Baêta Brant

    Não choro a sua partida apenas porque é um novo início. Mais uma trilha a ser percorrida. Desta vez não vai de moto, mas certamente conduzido pelo bem e pela amizade que plantou. O nome carinhoso “Bagaceira”, poucos sabem, mas fui eu ao dar-lhe o apelido, por dois motivos à época: Um por andar de moto, sempre “no bagaço” como dizíamos e outro por administrar a fazenda do pai em Engenheiro Dolabela, onde havia plantação de cana e consequentemente seu bagaço. Vai amigo…. Desbrave novas trilhas e mostre-nos o caminho quando chegar a nossa vez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s