Feliz aniversário!

No parque de Maplewood, New Jersey, USA 1983

O dia parecia com o de hoje, chuvoso e frio. Havíamos superado o 2 de novembro quando fiz um acordo, do fundo do meu coração, que você esperaria mais um dia para chegar. E o dia 3, como eu marcara na agenda no primeiro encontro com o Dr. Carlos Montenegro, você viria. Nas últimas semanas eu já não dormia bem. Ouvira tantas histórias de correrias na madrugada que todas as noites eu me preparava com esmero. Banhos longos, cabelos lavados, unhas limpas e cortadas, creme no corpo e nenhum prenúncio da sua presença. A sexta-feira veio com expectativa e foi passando com um pequeno mal estar. Já não tinha mais posição para a barriga. No final da tarde uma cólica enjoada, a noite deixamos o jantar na mesa quando as contrações aumentaram.  Saímos de casa com chuva, seu pai muito chic ajeitava um lenço no pescoço, e entramos no fusquinha branco rumo a Maternidade Escola na rua das Laranjeiras. Dr. Montenegro examinou e foi taxativo : “ainda vai demorar, sem dilatação não vai nascer, se fosse minha mulher fazia uma cesariana”.

E fomos para a Clínica São Marcelo no Leblon aguardar a equipe para a cirurgia. Em algum momento avisamos por telefone mamãe, papai e Victor que foram ao nosso encontro. A Bisa Mercedes e a Vó Flora ficaram nervosas no apartamento da Atlântica. Fui levada numa maca com seu pai ao lado carregando a máquina fotográfica. Ia registrar cada momento da sua chegada. Eram mais de 10 horas da noite e você não demorou a dar o ar de sua graça às 23h15. Seu pai e Victor celebraram a noite toda no Alvaro´s, bem na esquina da rua Cupertino Durão. Quando acordei no dia seguinte trouxeram você embrulhado como um pacotinho: é um menino !!! Um presente dos céus. Eu e seu pai tiramos sua roupinha, examinamos de todos os lados, contamos os dedos das mãos e dos pés e atestamos que era perfeito. Santa ingenuidade, como se fosse possível identificar qualquer seqüela de forma tão simples. Mas sabíamos que você era saudável e seria muito feliz.

Aqui da Bahia hoje quando o dia nasceu chuvoso lembrei esses momentos. 39 anos se passaram, mas para mim é como se fosse ontem. Relembro com amor de você em todas as fases. O primeiro dia na escola e você nem chorou, os cabelos cacheados que depois ficou liso, na praia com a sunga laranja com nome escrito em azul marinho no bumbum, criação da vovó Yayá para você não se perder. Com pouco mais de seis anos quando aprendeu a ler se sentava ao meu lado com um livrinho enquanto eu lia os jornais. Depois os tempos nos Estados Unidos, jogando futebol no Central Park, o cinema onde assistimos ET e depois na casa em New Jersey jogando Pacman e ajudando a varrer as folhas do jardim antes do café da manhã nos fins de semana. Adolescente com aparelho nos dentes, você cresceu tão rápido que quase todo mês aumentava o tamanho do seu pé. Ao meu lado nos shows do Canecão, usando a gravata que o Ivan Lins deu e nem sei aonde foi parar. O seu encantamento com a música, bodyboard no mar da Barra, o tempo em que não quis mais ir para o colégio até entrar na faculdade com a conclusão rápida em 7 períodos para ir estudar música em Los Angeles. Os tempos dos Anjos, com duvidas, sonhos e incertezas profissionais, até o lançamento do CD, vídeo clip da Karla Sabah, música na Malhação e show no Rock in Rio. Uau ! Quanta coisa aconteceu, mas confesso que gosto muito deste belo adulto que você se tornou. Adoro apresentar você aos meus amigos. Um profissional dedicado, sensato, amoroso, culto, inteligente, criativo, crítico muito bem humorado, fiel às suas raízes e amigos. Profundo na busca pessoal, filósofo sensível. Meu parceiro em todos os processos de crescimento pessoal e com você aprendo todos os dias. Estamos amadurecendo juntos e sou muito grata por ter você como filho. Feliz aniversário, Bernardo ! Eu te amo.

Anúncios

6 Respostas para “Feliz aniversário!

  1. oi Léa,
    vida do B em poucas linhas, parabéns para todos nós.
    Lemos seu blog com B enquanto conversamos no skype com ele, Edna ao lado.
    Beijo,
    Paulo

  2. Lindo.
    Beijos.

  3. Obrigado, mãe! Cada vez mais sábia e generosa com as palavras! Uma crônica sua é o melhor presente de aniversário… Até agora… A não ser que meu pai me dê um carro, ou minha mulher me dê um rolex. Aí empata. Rs. Beijão, Bernardo.

  4. Que lindo texto, Léa! Parabéns pra você pelo Bernardo também! Parabéns mais uma vez ao meu amigo Bernardo! Beijo em todos!

  5. …..Chorei Lea…..belissimo!
    Meu filho teria 42 anos.
    Tenho uma fotinho que vc me deu do Bernardo qdo ele tinha 2 aninhos….
    Parabens p/ Bernardo, que ele seja muito feliz na idade nova.
    Parabens p/ vc tb.
    beijo no coracao.

  6. Agora sério: Obrigado mãe, te amo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s