Transformação

Ela caiu frente à porta da sala e começou a se transformar. Não vi a queda, só os comentários. Quando cheguei ela já se debatia entre a grama e calçada de cimento. Fiquei ajoelhada no chão tentando registrar num vídeo e depois em fotos aquela cena reveladora. Pois por mais que tenha lido e ouvido falar, jamais vi uma lagarta virar borboleta. Ela caiu com casulo e tudo e o esforço para se libertar era descomunal. Ela batia as asas com tanto vigor como que buscando se livrar do casulo que ainda a prendia no solo impedindo o voo. Quanto mais se virava, mais nervosa eu ficava ao ver a cena e nada podia fazer, a não ser ter tranquilidade para assistir a este espetáculo único e comovente. Ao mesmo tempo em que me emocionava com a borboleta que nascia pensava em como é difícil se transformar. Algumas vezes ficamos como se tivéssemos casulos nos pés, querendo voar mas presos ao chão. Alguma coisa nos impede de sair batendo asas, como se antigos processos ainda precisassem ser mais elaborados para ganharmos espaço. Assim fiquei eu e a borboleta no chão. Ela buscando ganhar vida e eu aprendendo a viver a cada dia.

em tempo : minhas fotos ficaram péssimas, encontrei esta na internet !

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s