Reflexões de domingo

Acordei  com o pensamento no apartamento da Praia do Flamengo onde morei tantos anos . Nem sei há quanto tempo não sentia saudades do Rio, ou mais especificamente, dos meus domingos naquele apartamento. Gostava de tomar café cercada de jornais e revistas, comendo panquecas com mel e de vez em quando esticando o olho pela janela para ver o movimento das pessoas andando no parque… Foi um período rico em descobertas, uma fase de transformação. Ali tive grandes perdas e enormes ganhos.  Chorei ausências sentidas ainda hoje e ganhei um tesouro que não se guarda em cofres, mas se carrega no coração.

Não sei se sinto saudades do lugar ou de mim naquele tempo. Mas sei que apesar do céu azul, do banho de mar e do almoço gostoso com amigos à beira do rio, a Praia do Flamengo andou comigo pelas ruas de terra de Vila de Santo André… Difícil me imaginar de volta ao Rio, seria como tentar ser criança novamente no Brooklin, jovem na Tijuca e amadurecer em Nova York. A vida não anda para trás…

Em tempo :  graças ao Google Map a Praia do Flamengo veio para a tela do meu computador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s