As fotos

 

11129843_1029878993690528_1316757353_n-1Sou grata ao Facebook por ser um canal onde eu possa acompanhar o tempo passar também para os meus amigos. Não estou envelhecendo sozinha. Faço parte da primeira geração que vive a maturidade de forma coletiva e online. Não faz muito tempo, lembro minha mãe abrindo caixas de fotos comentando sobre parentes e amigos. Tenho o sentimento de que até ela morrer, muitos dos que passaram em sua vida ficaram na imagem congelada da foto amarelecida, perdidos no tempo.

Ah Face como você me faz feliz ao rever a colega de escola que tinha o mais belo longo liso cabelo louro da turma, causava inveja pois não precisava fazer “touca”, e agora tem os mesmos lisos, mas não tão longos nem louros cabelos. E o namorado americano que envelheceu com charme, outros nem tanto, mas sempre encontro alguma juventude em todos os que um dia conheci e aparecem no meu face…

Parece simples escrever sobre isso, mas nem sempre sou feliz ao me ver envelhecendo. Confesso que me sinto com pouco mais de 30 anos. Não é o que o corpo mostra, mas é o que o espírito diz e me faz seguir acreditando que ainda há muitos sonhos para fazer acontecer. Mas outro dia no meio de uma meditação tive a certeza de que já andei muito e o caminho pela frente está mais curto…Talvez possa ter mais uns 20 anos. Legal. Ainda dá para plantar algumas árvores e comer os frutos mesmo não podendo mais subir no pé…

Estou procurando encarar tudo isso com a praticidade da capricorniana e com a boa relação que tenho com o que chamamos de mundo real. Espero que meu espírito empreendedor aliado à criatividade que reconheço ter, me tragam grandes experiências nestes próximos anos, pois não sou de nadar e morrer na praia… Viver tanta coisa boa para nos últimos 20 anos ter uma vida mais ou menos eu não quero… Espero que em meu mapa constem no mínimo uns 20 bons movimentos para justificar a caminhada.

Neste processo de criar uma boa relação com a maturidade física, recentemente tive o privilégio de ser fotografada por uma querida amiga que utilizou todas as suas melhores lentes para me mostrar exatamente como estou. Sem photoshop ou qualquer outro recurso, nas fotos sou eu hoje e tenho que aceitar um olho que está mais caído, as rugas em torno nos lábios resultado dos anos como fumante, os grisalhos até nas sobrancelhas, as manchas senis na mão e no colo, enfim, é o que temos nestes tempos… Estas fotos – uma sequência deliciosa … –  tem sido uma ótima terapia… Não dá para viver olhando pelo retrovisor, tudo acontece na frente… É passar o lápis nos olhos, um batom na boca, pendurar um brinco e um colar e sorrir para a foto…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s