Reconhecimento

Qualquer profissional preza o respeito à assinatura do seu trabalho. Está ali o reconhecimento de quem fez e tenho refletido a forma como se trata este assunto. Na última 3a. feira assistindo ao programa Studio I na Globonews, falavam sobre a estréia da novela Ti-Ti-Ti e mais do que justo foi lembrado Cassiano Gabus Mendes. Citaram sua importância como pioneiro na televisão brasileira, primeiro diretor da  TV Tupi, a ida para a TV Globo criando uma nova linguagem para novelas no horário das 7 estreando com “Anjo Mau”.  Em nenhum momento foi feita referência ao diretor Régis Cardoso, responsável pela ida de Cassiano para a Globo (eram amigos da época da Tupi) e diretor da novela da estréia.  A bem da verdade, este estilo leve, com charme e humor para o horário das 7 foi idéia do Régis que vinha de um grande sucesso como diretor da novela  “Escalada”, ganhador dos grandes prêmios em 1975. Fiquei danada com a exclusão do crédito. Não era preciso nem falar o nome dele, bastava colocar o crédito em uma legenda enquanto rolavam as imagens.

Ontem no Fantástico uma longa reportagem sobre o lançamento do filme O Bem Amado falando da importância da obra de Dias Gomes e das edições como novela em 1973 e seriado em 1980, ambos na TV Globo, me entristeceu. Nenhuma referencia ao diretor.  Em minha opinião, tão importante quanto a qualidade do texto do Dias, o linguajar de Odorico Paraguaçu e a fidelidade com que retrata tantas cidades do nordeste com a sua Sucupira, é o fato de que O Bem Amado foi a primeira novela a cores na TV brasileira. Era um fazer todo novo ! Equipamento, cenografia, figurinos, enquadramento, fotografia, tudo se buscava um jeito. Lembro Régis contando historias divertidíssimas desta empreitada,  dificuldades para conseguir a mesma qualidade de cor para as cenas externas e em estúdio, e a lenda da câmera que se perdeu no mar. Régis aprendeu fazendo, como foi em toda a sua vida.

O quanto conheci Régis Cardoso posso afirmar que estaria danado com este descaso com seu trabalho… Fomos casados durante um bom tempo e amigos por toda a vida. Ele foi um profissional sério e dedicado, tinha o apelido de “Boi” por ser incansável. Seus últimos anos poderiam ter sido mais alegres, mas deixou um legado magnífico. E, antes que se esqueçam dele de novo, lembro que além de Cassiano, Régis também levou para a TV Globo Mario Prata, estreando com “Estúpido Cupido” (ultima novela em preto e branco) e Silvio de Abreu com “Pecado Rasgado” .

Régis Cardoso

E como estou falando sobre créditos, pesquisando na internet para confirmar as datas das novelas encontrei um texto super legal sobre o Régis no site do Sérgio Mattar que têm ótimas historias…

Anúncios

12 Respostas para “Reconhecimento

  1. Só como curiosidade ‘televisiva sessentista’: e “Beto Rockfeller”? Tbém teve participação dele (do Regis)? Já que vc citou exemplos q creio terem sido espelhados no tal personagem/novela e nele parece que, além do Bráulio Pedroso, também teve Cassiano G. Mendes. GRato.

    • O Régis não participou da equipe do Beto Rockfeller, mas era do mesmo grupo de pioneiros da Tupi junto com Cassiano, Avancini e outros tantos… um abraço grande e boa sorte…em temnpo : li seu blog, adorei puracatapora.blogspot.com

  2. Adorei o texto, Lea! Já li o livro de Régis, aprendi muito sabendo da história dele. Um abraço.

  3. jorge roberto martins

    Léa querida, no caso do Régis devemos lembrar do sentimento de grandeza. Grandeza é reconhecer a sua importância, o seu significado para a tevê brasileira, para a nossa cultura lato sensu. Mas, sabemos, a mediocridade está célebre, as coisas supérfluas ganham capas das publicações e o tal espírito superior …
    Pois é.
    Beijos.

  4. Querida,

    Te conheci casada com o Régis, trabalhava com Maria Della Costa na época da novela Te contei? e brincava de assistente de direçao do Régis na peça agoar eu conto…escrita em funçao do sucesso da novelapara Maria, Tata e Maria Claudia, dirigidos pelo Régis, na verdade o assistente oficial era o Luis Carlos Maciel se não estou delirando…Régis foi um pioneiro, um batalhador mas cometeu um pecado: era brasileiro . E nascer no Brasil é uma cilada…pais sem memoria…desculpe a falta de acentos escrevo num teclado francês:) mas queria dizer que tô contigo e não abro e acho muito legal você honrar a memoria do Régis…bjks

    • Deo querida, e como lembro de vc e aqueles ensaios no então inacabado teatro da Casa de Cultura Laura Alvim… Belos dias… O Maciel era sim o assistente oficial, era casado com a Maria Claudia… bjs da Bahia

  5. Léa,
    Muito bem lembrado… a importância na Tv brasileiro ninguém tira dele…
    Bjsss

  6. Léa, vou falar na qualidade de uma menina que tem os olhos vidrados na primeira novela da tv brasileira. Hoje sei que é a sensação de uma operação de catarata, tudo fica em cores. Pelo olhar de uma menina enlouquecida pela TV Tupi (acompanhava todas) me lembro PERFEITAMENTE de Régis Cardoso. Para mim um divisor de águas, técnicas e sonhos. Não conhecia nem você e também tenho a lembrança nítida da sua figura. Te apoio nessa pois em todas essas remontagens feitas não se tem dado os créditos necessários – exemplo Ivani Ribeiro.
    Apoio o movimento livro Regis Cardoso para todos! Beijo

  7. Esse resgate estyá me fazendo bem, pois resgatar a memória de Régis Cardoso é resgatar a minha vida, estou vendo tanta coisa legal no youtube que ele dirigiu e postando no meu facebook. Vamos a isso!

  8. Parabéns pelo artigo sobre o Régis. Para aqueles que o conheceram e de alguma maneira vivenciaram e compartilharam as esperiências e muito mais para aqueles que chegaram depois e que ainda estão em fase de aprendizado, pois sem iniciativas com a sua a memória se esvai e o que fica nem sempre é o que se tem de melhor. Abraços e boa sorte.

  9. Régis Cardoso será uma das grandes lendas da TV brasileira, ao lado de Cassiano Gabus Mendes, Walter Avancini, Walter Forster, Hebe Camargo, Silvio Santos e muitos outros que escreveram a ferro e fogo a história da nossa televisão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s