6 graus de separação

Jpeg

Levei a Ana para pegar a balsa. Atravessou o rio João de Tiba, do outro lado o táxi a esperava para o aeroporto e voltou para sua casa no Rio de Janeiro.  Chegou há duas semanas. Não a conhecia, era mais uma hospede para a pousada e acabamos amigas. Trouxe trufas, um livro com as poesias que escreve, uma boa conversa, vontade de mudar a vida e me ensinou a tingir tecidos. Agora cada vez que olhar o enorme panelão comprado unicamente para tintura vou lembrar dela.

No princípio os hóspedes chegaram por indicação de amigos. Hoje podem me encontrar na web e cada dia acredito mais na teoria dos seis graus de separação. Esta teoria diz que no mundo são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas e, através disto é possível chegar a qualquer outra pessoa no mundo. Trocando em miúdos, falando em redes digitais, se eu tiver no mínimo 6 amigos e esses 6 amigos tiverem mais 6 amigos diferentes que terão outra vez mais 6 amigos, numa duplicação em cascata eu posso estar conectada com qualquer pessoa do mundo, do Papa Francisco à Madonna. É uma possibilidade, não um fato.  Mas se eu tenho 6 amigos falando para os seus 6 amigos que recebo amigos de amigos em uma casa-pousada no sul da Bahia, terei novos amigos o ano inteiro.  Assim tem acontecido.

No domingo passado comentávamos animadamente em uma mesa de almoço sobre essa teoria que teve origem num estudo científico, ou seja, não é um “chutódromo”.  E entre as 8 mulheres que formavam suas redes nos divertimos ao constatar aonde poderíamos chegar. Este estudo é bem aprofundado e, como só poderia ser, começou numa universidade nos Estados Unidos através do envio de cartas para identificar os laços de conhecimento pessoal existente entre duas pessoas quaisquer. Acabou se tornando tema de um espetáculo de teatro (Six Degrees of Separation), um jogo para a internet (Oráculo de Bacon) e é um estudo de ponta sobre o poder de movimentos nas redes sociais.

De 6 em 6 vou fazendo amigos sem sair de casa. Não preciso correr o mundo, ele vem ao meu encontro. Gosto de receber pessoas, todas tem uma história para contar, algum conhecimento para compartilhar. Há poucos meses um professor da universidade de turismo passou por aqui e acalmou meu coração com informações baseadas em estudos de mercado sobre o futuro desta vila. Vamos continuar na paz, somos um destino zen. Um casal de São Paulo ensinou a fazer omelete com tapioca, as amigas que vem no verão trazem receitas de novos drinks, o jornalista que ficou 40 dias acompanhando a seleção alemã, em cada viagem que fazia para assistir um jogo da Copa voltava com jornais e revistas, e eu já tinha até desacostumado a ler no papel.

Crio relações, mesmo que curtas, e deixo de ser pousada sendo apenas uma casa que recebe amigos quando um hóspede pede 6 travesseiros e o café da manhã às 7h30, mesmo com o aviso atrás da porta informando que o serviço é após às 8. Sou bem menos rígida com os visitantes do que comigo mesma. Vou exercitando a flexibilidade. Acordo feliz às 6 para preparar no capricho o café de um casal jovem que veio da Alemanha e por temer o sol vai à praia às 7. Estico o café até quase ao meio dia para a turma que sai em jejum com o dia nascendo para a prática de yoga na Ponta de Santo André, com o mesmo carinho com o qual preparo a garrafa térmica de chá no início da noite para a mineira que não janta e coloco pimenta dedo de moça no cardápio do casal que vem da Ilha Fomentera na Espanha para longos períodos. Sempre tem alguém que chega trazendo notícias da civilização e partindo levando a certeza de que o mundo é uma quitinete, basta ter 6 amigos…

Anúncios

Uma resposta para “6 graus de separação

  1. Léa, os seus textos enchem meu coração de paz e tranquilidade. O seu jeito simples de ver a vida me emociona! Bjs minha querida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s