Arquivo da tag: vestido novo

O Vestido Verde

MURIEL

A tarde estava deliciosa, amigos reunidos num almoço de aniversário, à mesa delicias e conversas divertidas…. Aos nossos pés um visual maravilhoso da natureza exuberante de Santo André, mar ao fundo se perdendo no infinito, céu azul pontuado por nuvens branquinhas… Me sentia como se fosse um drone admirando a vila do alto, voando livre no novo vestido verde. Praticamente uma libélula. Como na canção infantil da Terezinha de Jesus, “de uma queda fui ao chão”… Tropecei num degrau e fui… Acudiram muitos cavalheiros e cavalheiras para estancar o sangue escorrendo do nariz. Era muito sangue. Na ridícula posição de quatro, o braço direito fortalecido pelo Pilates sustentou o corpo, os óculos voaram, o pratinho de sobremesa na mão esquerda espatifou-se na pedra São Tomé, e eu só pensava em não sujar ou rasgar o vestido de seda verde que ganhei no Natal.

Enquanto me acudiam – “traz um pano… gelo… tylenol” – eu estancava o sangue com as mãos lembrando a fatídica frase da minha mãe que se tornou lenda na família “rasgou o vestido? ” Saíamos para uma festa com nossas melhores roupas e ao descer a escada escorreguei com o sapato novo, sola em couro fino sem ranhuras, e de degrau a degrau cheguei ao chão. Ao ouvir o barulho mamãe correu para ver se tinha algum estrago no vestido de organdi com rendas e fitas. Foi assim que me senti, ainda tonta ao ser amparada por amigos e atendida por uma médica doutora de muitos títulos, mas que no passado teve experiência em pronto socorro. Deitada no sofá, com muito gelo no nariz, ri da cena ridícula. Tudo podia ser pior: quebrar o nariz ou os dentes, talvez os óculos ou o prato pudessem cortar o rosto… Mas foi apenas um pequeno talho no nariz e o joelho ralado. Nem hematomas e o melhor de tudo : o vestido está intacto. Nenhuma gota de sangue, nenhum arranhão… Como o de organdi com rendas e fitas.

Foto : Cláudia Schembri

Anúncios