Arquivo da tag: depois dos 60 anos

Escolhas

6637ad2e-2968-451f-80ad-410018aada7f

Esta semana, duas postagens com muitas curtidas e comentários levaram-me a refletir. Na primeira, me solidarizei com os jornalistas demitidos na Editora Abril; a segunda comemorando 14 anos morando em Vila de Santo André.  Os dois assuntos apesar de dispares, se encontram num mesmo tema: escolhas.

Quando optei em sair do olho do furacão das grandes cidades e vir para a pequena Vila de Santo André, eu não estava desempregada. Ao contrário, estava num excelente momento profissional. Era diretora de uma promissora agencia de eventos da qual fiz parte da criação, completamente integrada no mercado de jornalismo, produção, eventos e marketing. Não sei se foi Deus, o destino, a casualidade que me fincaram na Bahia para não ver o meu Rio de Janeiro desmoronar e descobrir que, mesmo a mais de mil kms distante, posso participar de qualquer processo que necessite uma profissional criativa, experiente, integra, disponível 24hs, texto bacana, capacidade organizacional, bem-humorada e pau para toda a obra.

Nada foi previsto, tudo aconteceu com um desejo de entender melhor a vida e experimentar novos desafios. E foi possível. O mundo é maior do que o Rio e São Paulo, há muito a se doar e ensinar em localidades menores.  Estou sempre somando em algum projeto social ou na gestão pública. Fui secretária de cultura e de comunicação, em duas administrações distintas, cujos prefeitos não compartilhavam da minha escolha política. Como técnica aprendi e ensinei muito em Sta Cruz Cabrália, pouco mais de 28 mil habitantes, e em Vila de Sto André, com menos de 800 habitantes. Todos os egos e vaidades existem, como em qualquer lugar do planeta, e aprendi como conviver é delicado e rico…

Como jornalista, graças a internet, estudei redes sociais, e atuo postando fotos todos os dias no @santoandredabahia, na página http://www.facebook.com/santoandredabahia/ e mantendo atualizado o site www.santoandre-bahia.com . Todas estas redes tem o obetivo de promover o destino turistico onde escolhi viver, e isso é trabalho… Sou voluntária na área de comunicação do IASA, uma ONG que oferece aulas de música; vice-presidente do Conselho de Turismo de Cabrália; e, como uma região turística hospedagem é o que muitos procuram, tenho uma pequena pousada com três chalés para receber amigos e amigos de amigos, de um jeito muito especial…

Em 14 anos escrevi dois livros, atuei como consultora de comunicação em crises empresariais, participei da criação de projetos que se tornaram grandes eventos, dei palpite, somei, acrescentei, descasquei abacaxis com primor. E, nesse ínterim, lendo jornais e revistas online, ainda tive o prazer de ver muita folha no chão se transformando em adubo, maré subir e descer, lua nascendo, sol se pondo, vento derrubando galhos, passarinho cantando… Vi uma pequena muda de roseira dar flor, ouvi o silencio na madrugada, sol amanhecendo no meu rosto, cigarras anunciando o verão, chuvas lavando a alma em longo e úmido inverno…. Plantei árvores, acompanhei cachorro morrendo e crescendo, passarinho no ninho, amigos chegando e partindo, primeira estrela; júpiter, marte e saturno no céu… Rezo todos os dias agradecendo o que tenho, a minha família, aos amigos e aos que não gostam de mim… Nas minhas muitas mudanças, nacionais e internacionais, sempre soube que tinha um lugar para voltar, era a casa dos meus pais… Esta não existe mais e meu único lugar é o que construí. Com muito mais qualidade, precisando de muito menos, entendi que o amor incondicional, a delicadeza, o compromisso com a verdade, a fidelidade aos amigos é o que importa…

Por isso, em tempos de escolhas e mudanças, para quem não sabe o que fazer da vida, fica a dica : experimente sair da caixa e começar uma nova história… O mundo é acolhedor… Sempre vale à pena…

Anúncios

Os próximos 20 anos…

Rua de Santa Cruz Cabralia

Rua de Santa Cruz Cabralia

Um amigo querido testemunho dos meus últimos 40 anos, veio passar uma semana comigo e tivemos oportunidade de andar solto por este sul da Bahia. Foi pelas ruas simples do centro de Cabrália, num comentário muito “en passant”, que ele falou alguma coisa ou deu um sorriso, suficiente para me ver exatamente onde e como estou. Nós que  juntos andamos por ruas da Europa, jantamos com Juscelino Kubitschek, nos divertimos muito nas noites de Ipanema, desfilamos na comissão de frente da Portela abanando Becki Klabin, que assistimos “Laranja Mecânica” em Paris, fomos hippies de boutique, de repente estávamos onde escolhi viver, completamente distantes de qualquer padrão de glamour. Andando por ruas de paralelepípedo algumas sem calçada, olhando vitrines divertidas, apreciando uma arquitetura as vezes com casarios abandonados, cumprimentando pessoas que hoje fazem parte desta minha vida e não me viram na outra.

Se uma cartomante há 10 anos dissesse que eu viveria num lugar assim eu não acreditaria. É um presente poder renascer muitas vezes sem morrer. Começar um tempo novo, num lugar novo, com pessoas novas, aonde se quiser… Com algum desprendimento é possível buscar o que melhor convêm. E se não quiser mais ficar ali, sempre se pode voltar para o ponto de partida ou colocar as malas na estrada e sair no mundo.  Nada impede que se aprenda outras coisas, que se crie projetos ou se engaje em algum já existente, pois ter 60 anos nestes tempos é como ter 40… Como somos privilegiados!  Assistimos ao mundo na tela da TV ou na web, podemos perguntar qualquer coisa ao google, ter aulas de muitos idiomas, visitar museus, aprender até a fosquear vidros, minha última brincadeira… Chega-se com disposição numa idade em que crescemos acreditando que era o tempo de cuidar dos netos, calçar chinelos e logo teria o prazo vencido. Mas a realidade se mostra diferente quando se percebe que há ainda muito fôlego. Fico quase  uma hora pulando no rio nas aulas de hidro, ando de bicicleta, corro o jardim puxando a mangueira para molhar o gramado, e faço tudo isso pensando seriamente nos próximos 20 anos… Uma coisa já sei : serão muito mais emocionantes dos que os já vividos…

Em tempo : as fotos abaixo foram feitas nesta caminhada… Um pouco do que se vê nas ruas de Santa Cruz Cabrália.

IMG00309-20130927-1056

IMG00302-20130927-1044

IMG00300-20130927-1040

IMG00299-20130927-1039

 

IMG00306-20130927-1054